3 de set de 2013


                                                Mensagem do Prefeito da                                                Congregação para os Institutos de Vida Consagrada                                  por ocasião do Dia de Oração e Jejum



Cidade do Vaticano (RV) – O Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, Cardeal João Braz de Aviz e o Secretário do mesmo dicastério, Padre José Rodríguez Carballo, convidaram a todos os consagrados, por meio da Conferência Mundial e as Conferências Italianas dos Religiosos, das Religiosas e dos Institutos Seculares, para participar da Vigília pela paz no Dia de Oração e jejum, convocado pelo Papa Francisco, no próximo sábado, 7 de setembro.

Diz a mensagem:
“A todos os consagrados!
Estamos certos que cada homem e cada mulher que responderam totalmente ao Amor de Deus sintam incisos no seu coração a dor e o sofrimento pelos riscos iminentes de guerra ao qual o Papa Francisco deu voz no último domingo na oração do Angelus. Repetimos então com o Pontífice o grito: “Não mais à guerra!” Queremos gritar isto antes de tudo com a nossa vida, pedindo a Deus para sermos instrumentos de justiça e de paz no local onde fomos colocados. Mas sentimos também a urgência de rezar ao Senhor pela paz, para que na Síria e em todas as situações de conflito prevaleça “a cultura do encontro, a cultura do diálogo”.
Sentimo-nos assim interpelados de modo especial pelo convite que o Papa dirigiu, para viver um dia de oração e jejum no próximo 7 de setembro, não somente participando aos atos litúrgicos organizados nas Igrejas Particulares, mas também organizando-os em cada comunidade de religiosos e de vida consagrada. Solicitamos, além disto, a todos os consagrados que estão em Roma a dirigirem-se à Praça São Pedro, das 19 às 24 horas, para rezar pela paz, momento forte e comunitário desejado por Francisco para que, como ele mesmo disse, “a humanidade tem necessidade de ver gestos de paz e de sentir palavras de esperança e de paz”.
Vaticano, 3 de setembro de 2013


Cardeal João Braz de Aviz


0 comentários:

Postar um comentário

Fique ligado - Jubileu 16