1 de mar de 2012


Mais de 500 jovens recebem a Cruz peregrina e o Ícone de Nossa Senhora


A peregrinação dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude na Arquidiocese de Fortaleza só começaria oficialmente na chegada a Aquiraz, mas, por uma decisão excepcional do comitê organizador, e pela intervenção do pároco de Ocara, Padre Maurício Lopes, a Cruz da JMJ  e o Ícone de Nossa Senhora passaram pelo município de Ocara, de pouco mais de 22 mil habitantes, distante 99 km de Fortaleza.

Jovens do município, marcados pela falta de perspectiva de vida para a juventude, mostraram, desde as 13h, que estão dispostos a mudar esta realidade. Estiveram ativos na organização da acolhida dos símbolos na cidade do início ao fim do evento e fizeram questão de registrar suas angústias e esperanças. “Aqui não temos apoio do governo local para muitas coisas, mas sabemos que é a Igreja com a força do jovem que vai mudar essa cidade”, afirma Maria Glaubana, líder da Pastoral da Juventude e universitária. “A passagem da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora são marcos para nossa cidade em um tempo em que acabamos de perder uma jovem no carnaval, consequência da ingestão de bebida alcoólica da pessoa que dirigia sua moto”, desabafa Filomena Lopes, que também esteve na organização do evento.

A população fez questão de caminhar mais de 5km a pé do centro da cidade, onde fica a Igreja Matriz, até o local onde a Cruz chegou, um espaço ao lado de um posto de gasolina na Estrada do Algodão. Mais de 500 pessoas estiveram presentes no movimento que atraiu pessoas de Croatá, Jurema dos Vieiras, Mocoré dos Cosmes e Serragem.

Às 16h20, a equipe conduzida por padre Duarte e acompanhada pelo seminarista Adrizio e pela coordenadora do Setor de Comunicação da Arquidiocese de Fortaleza, Marta Andrade chegaram à cidade. Em 30 minutos, toda a expectativa da experiência pessoal com o Cristo vivo que a Cruz proporciona foi vivida e motivou o público a ficar no local, mesmo após a saída, pouco antes das 17h.

Marcos Pavel

0 comentários:

Postar um comentário

Fique ligado - Jubileu 16