16 de set de 2014

Debate da Igreja Católica reúne oito candidatos à Presidência na Basílica

Sabatina com os presidenciáveis será nesta terça-feira (16) em Aparecida. Evento contará com participação de líderes religiosos e jornalistas.

Oito candidatos à Presidência da República participam nesta terça-feira (16) do debate promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) no Santuário Nacional de Aparecida. A sabatina terá início às 21h30 e será a segunda vez que a entidade reúne os presidenciáveis para um debate - a primeira ocorreu nas eleições de 2010. O objetivo, segundo a Igreja, é auxiliar o eleitor a escolher seu voto.

Segundo a CNBB, os oito candidatos convidados confirmaram presença: Aécio Neves (PSDB), Dilma Rousseff (PT), Eduardo Jorge (PV), Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PSDC), Luciana Genro (PSOL), Marina Silva (PSB) e pastor Everaldo (PSC). O critério para o convite aos candidatos foi a representação na Câmara dos Deputados.

O programa será mediado pelo jornalista Rodolpho Gamberini e transmitido por emissoras, rádios e portais católicos no país. O debate terá cerca de duas horas de duração e será dividido em cinco blocos.

Na abertura, o arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, Dom Raymundo Damasceno, fará uma pergunta única, elaborada pela entidade, para todos os candidatos. A ordem de resposta seguirá a posição dos postulantes à presidência no cenário, definida em sorteio. Cada um terá dois minutos para responder. No segundo bloco, os candidatos irão responder a perguntas feitas por bispos. Oito religiosos serão sorteados para fazer os questionamentos aos candidatos, que também serão determinados por sorteio.

As questões serão relacionadas a família, uso de células tronco embrionárias, lei do aborto, saúde, reforma agrária, questões ligadas à religião, entre outros temas. Na terceira rodada, as perguntas aos candidatos serão feitas por oito jornalistas. Nestes dois blocos, cada um terá 1 minuto e 30 segundos para a resposta.

O penúltimo bloco será destinado ao confronto direto entre os candidatos e será o com maior duração - a previsão é de 41 minutos. Nesse bloco, os candidatos que farão as perguntas e o que responderão serão definidos por sorteio. Após cada pergunta, os postulantes à presidência terão direito à réplica e tréplica. Já no último bloco, com tempo de 24 minutos, os presidenciáveis terão espaço para as suas considerações finais. 

A sabatina do Santuário será acompanhada por uma plateia composta por 300 pessoas, entre convidados da CNBB e dos partidos políticos.

Créditos: (Foto: Carlos Santos/G1) 
Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Fique ligado - Jubileu 16